comecemos pelo óbvio

Quando pergunto: "o que é força de vontade pra você?", a resposta são variações de "fazer o que tem que ser feito". 

E o que tem que ser feito?

Vamos lá, mais uma vez, para o-festival-mais-do-mesmo-do-emagrecimento: (alerta ironia!)

  • Consuma alimentos que queimam a gordura; 
  • Diminua o consumo de sal e açúcar;
  • Prefira alimentos que desincham;
  • Faça apenas as refeições principais;
  • Leve marmitas quando for comer fora;
  • Invista em um prato equilibrado e variado;
  • Coma de 3h em 3h;
  • Evite dietas restritivas;
  • Beba chás que ajudam a emagrecer;
  • Pratique exercícios para queimar a gordura;
  • Dê preferência a alimentos que aumentam a saciedade;
  • Ganhe músculos;
  • Evite fazer refeições depois das 19h;
  • Cuidado com as dietas da moda;
  • Durma bem;
  • Fique longe de alimentos industrializados;
  • Dê preferência a alimentos que aceleram o metabolismo (ai, ai);
  • Reduza o consumo de gordura saturada;
  • Fique de olho na caloria dos alimentos;
  • Beba, no mínimo, dois litros de água por dia;
  • Evite manter em casa alimentos que não sejam saudáveis;
  • Tenha sempre um plano B na alimentação;
  • Deixe sua roupa preparada na véspera para não desistir de ir pra academia;
  • Maneire na cervejinha;
  • Faça low carb;
  • Faça jejum;
  • Conte os macros;
  • Não, pera, dieta flexível agora!;

(eu copiei isso aí da primeira página do Google. Nem sabia que comer de 3h em 3h ainda era usado).

Ou seja, existe uma grande confusão em relação ao que "tem que ser feito", mas ok, vamos continuar.

força de vontade - a lenda urbana

Quando digitamos "força de vontade" no Google, a maioria das respostas tem a ver com emagrecimento. Tem muitos [antes e depois], muita "motivação" e imagens como as seguintes:

Se achamos que força de vontade é isso, olha... difícil, hein! Mesmo que essas imagens sejam apenas simbólicas, isso inspira força de vontade em você?

Em mim, com certeza não!

Como eu tenho um histórico de dietas, efeito sanfona e compulsão alimentar, lembro claramente que isso só me fazia ter a sensação de que eu era fracassada, de que não conseguia fazer coisas simples como o tal fechar a boca e que, por isso, não conseguiria nada mais na vida.

Eu gosto de praticamente todos os legumes e frutas - gosto mesmo de comer saudável -, mas essas imagens só com frutas e legumes, me faziam sentir culpa por gostar de chocolate, de macarrão outro alimento que não estivesse na lista de "permitidos". E, automaticamente, eram eles que eu mais desejava! O que eu pensava? Que não tinha força de vontade! E isso me fazia sofrer de verdade.

Esse é um recorte pequeno, frágil e errado do que realmente é força de vontade.

Daí eu te pergunto: como ter força de vontade para emagrecer sem sofrer come esse tipo de influência? Eu sofro só de olhar essas fotos... e você? Me conta nos comentários...

o que não é força de vontade

Mas ouvimos há tantos anos: tenha força de vontade, coma menos e se exercite mais que passamos a acreditar que força de vontade é tipo um raio que cai na nossa cabeça e que automaticamente nos faz sentir um desejo absurdo de ter disciplina e agir como se fôssemos um robô cumpridor de tarefas que não tem emoções.

Então, é preciso deixar claro que força de vontade não é:

* "fechar a boca";

Força de Vontade para emagrecer

Força de Vontade não tem a ver apenas com o que você come, se você vai ou não pra academia, não é a definição do seu caráter ou qualquer uma dessas coisas. Força de Vontade é o resultado de todo o seu estilo de vida. Ela é a sua liberdade de escolher seu foco e se dedicar para conseguir o que você quiser. Força de Vontade é um estilo de vida.

No mundo ideal, seria como o próprio nome já diz: é para onde você espontaneamente destina sua força - a força da sua vontade. Então, teoricamente, se sua vontade é emagrecer, por exemplo, você vai usar suas forças e energia para emagrecer.

Força de Vontade é um estilo de vida.

Então como faz pra ter força de vontade para emagrecer sem sofrer?

Primeiro que emagrecer não é algo que você faz por um determinado período, mas que logo passa e depois volta tudo ao normal. Não é como se você mergulhasse e ficasse prendendo a respiração por um tempo e depois pode voltar a respirar (leia-se não comer nada e depois comer tudo). 

A menos que você queira ficar-magra-por-15-minutos e não é isso que você quer, certo? (ficar magra por 15 minutos são essas dezenas de vezes que você já emagreceu e não conseguiu manter. Se é isso que você quer, eu não posso te ajudar, sorry).

Enquanto acreditarmos em fórmulas mágicas, dietas detox, buscarmos remédios, procedimentos, desafios temporários e seguirmos emagrecendo em janeiro, recuperando em fevereiro, esperando o carnaval passar pra começar de verdade, daí vem a Páscoa e "estraga tudo", volta pro foco, se perde no inverno, retoma pro verão, etc... e não houver o grande despertar para uma nova relação com o corpo e a comida, não vejo possibilidade de emagrecimento sustentável e a longo prazo.

Emagrecer é muito mais do que mudar o número na balança por 15 dias e depois recuperar tudo e mais um pouco. Se você se sente sem força de vontade para emagrecer provavelmente é porque você já tentou MUITAS VEZES emagrecer rápido, conseguiu, mas recuperou. Você deve estar cansada. Cansada de resistir a alimentos que você gosta, cansada de fazer coisas por obrigação, cansada de direcionar sua força e energia para algo que não se sustenta.

Cansa mesmo.

Dá raiva mesmo.

Nos faz perder de viver e realizar muita coisa porque usamos a força da nossa vontade para emagrecer e não para qualquer outro projeto. Claro que a gente faz isso na esperança do resultado definitivo. Eu entendo. Mas se você está naquela de:

Emagreceu 5kg e engordou 7kg.
Emagreceu 7kg e engordou 10kg.
Emagreceu 10kg e agora já está querendo emagrecer 15kg, seu problema não é força de vontade. Aliás, pelo contrário. Todos esses quilos perdidos - apesar de recuperados - te exigiram muita força de vontade, inclusive para recomeçar todas as vezes. Definitivamente, seu problema não é falta de força de vontade. 

É preciso entender que força de vontade para emagrecer não podem ser atitudes isoladas que você faz por obrigação, te trazem sofrimento e você nem sabe por que está fazendo. Só faz porque te disseram "que ajuda a emagrecer". 

Você precisa participar do processo, entender o que está acontecendo, entender você mesma, entender seus sabotadores. É sobre você. Quanto mais você entender suas motivações, seus valores, e principalmente, conhecer seu corpo, sua fome emocional e ter uma relação de paz com a comida, menos força de vontade você vai utilizar, não vai precisar sofrer e o emagrecimento vai ser consequência das suas atitudes. Beeeem mais leve, não é?!

Como?

Se você está lendo esse texto é porque já tentou muitas vezes e é pra você que estou escrevendo. Então, vamos lá para o passo a passo mais simples e eficaz que posso te passar!

1. Pare de emendar uma dieta na outra sem entender o que está acontecendo com você e no seu corpo;

2. Dedique-se a conhecer seu corpo, sua fome, sua saciedade, os sinais que ele te dá. Ele é MUITO mais confiável do que qualquer pedaço de papel que te diga como comer;

3. Entenda, investigue, busque ajuda para lidar com a fome emocional. Não adianta começar todo santo dia comendo "tudo direitinho" e jurando "ter foco" e terminar comendo descontroladamente;

4. Fortaleça sua autoestima e autoconfiança primeiro - depois de muitas dietas "fracassadas", você passa a duvidar de você mesma. Não se decepcione mais uma vez com você mesma. Isso te machuca demais, não te ajuda a emagrecer, diminui a força de vontade e te mantém no efeito sanfona;

5. Tenha pressa de habitar seu corpo. Ao invés de continuar buscando "emagrecimento rápido", busque autoconhecimento o mais rápido possível. Esse sim é um bom atalho e emagrecer é consequência.

Força de Vontade como estilo de vida

Quando eu estava nos Estados Unidos fazendo minha especialização em Psicologia da Alimentação no Institute for the Psychology of Eating em 2016, eu fiz um curso de 10 semanas de Força de Vontade. Depois dele, minha vida nunca mais foi a mesma. Eu entendi que tudo, absolutamente tudo influenciava a força da minha vontade e que existem alguns truques práticos, simples, até óbvios depois que você conhece para  manter, exercitar e aumentar (sim, dá pra aumentar!) a força de vontade. Não só para emagrecer, mas pra TU-DO. Em janeiro de 2017, eu criei o Descomplicando a Força de Vontade, um curso prático em que eu explico como controlar impulsos, resistir tentações e ter mais autocontrole.

É muito importante dizer que para ter força de vontade como estilo de vida, você não precisa ficar obcecada por algo, forçar a barra, pensar só naquilo. Tem muito mais a ver com administrar suas escolhas pessoais, encontrar o que te devolve equilíbrio, dar prioridades, se conhecer de verdade do que fazer coisas por obrigação ou porque "disseram que funciona". Uma coisa eu posso te prometer com absoluta certeza: depois que você terminar o Descomplicando a Força de Vontade você vai respirar fundo, dar um sorrisinho e pensar "eu sou foda! tenho MUITA força de vontade, viu!" e aí é só escolher melhor como usá-la. É demais, sério!

Nem tudo que funcionou pra alguém vai funcionar pra você. Descobrir o que funciona de forma personalizada pra você funciona muito mais do que tentar fazer o que funciona para os outros.


Descomplicando a Força de Vontade 

Como controlar impulsos, resistir tentações e ter mais autocontrole.

Participe da discussão

2 comentários

  1. Dei risada na hora do raio que cai na cabeça, porque eu pensei várias vezes que se acontecesse alguma coisa de outro mundo comigo eu iria acordar e ser outra pessoa, a musa fitness, 🤣🤣🤣🤣🤣 só rindo mesmo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *